GAZETA DO POVO - Expedição Safra: dólar e eleição pressionam por produção recorde

GAZETA DO POVO - Expedição Safra: dólar e eleição pressionam por produção recorde

11 de outubro, 2018

A safra brasileira de grãos “precisa” ser recorde para dar conta do aumento dos custos de produção, provocado pela tabela do frete e pela alta do dólar no período anterior ao plantio, justamente quando os produtores mais gastaram com insumos e fertilizantes.

A necessidade do setor, e da economia do País, de ter mais uma safra recorde foi um dos temas abordados nesta quarta-feira, 10/10, no lançamento da 13ª Expedição Safra do Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo, no auditório do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), em Brasília. Mais de 20 estados brasileiros estiveram representados na solenidade de lançamento, por meio de dirigentes de instituições e empresas, públicas e privadas, ligadas à cadeia produtiva do agronegócio.

“Pelas nossas projeções, a próxima safra vai ser recorde, sim. Mas a questão é que ela precisa ser recorde, porque os preços também são recordes, os custos são recordes. Por conta de nosso momento político-econômico, a safra foi contratada a um dólar altíssimo. Os produtores compraram insumos com o dólar perto de quatro reais, então, precisaremos de uma safra excepcional para diluir este custo”, apontou o coordenador da Expedição Safra, Giovani Ferreira.

Neste ano, o projeto ganhou o apoio estratégico do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), o que deverá agregar capilaridade à expedição e inteligência setorial, por meio do apoio de centenas de profissionais da engenharia nos estados visitados.
A safra brasileira de grãos “precisa” ser recorde para dar conta do aumento dos custos de produção, provocado pela tabela do frete e pela alta do dólar no período anterior ao plantio, justamente quando os produtores mais gastaram com insumos e fertilizantes.

A necessidade do setor, e da economia do País, de ter mais uma safra recorde foi um dos temas abordados nesta quarta-feira, 10/10, no lançamento da 13ª Expedição Safra do Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo, no auditório do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), em Brasília. Mais de 20 estados brasileiros estiveram representados na solenidade de lançamento, por meio de dirigentes de instituições e empresas, públicas e privadas, ligadas à cadeia produtiva do agronegócio.

“Pelas nossas projeções, a próxima safra vai ser recorde, sim. Mas a questão é que ela precisa ser recorde, porque os preços também são recordes, os custos são recordes. Por conta de nosso momento político-econômico, a safra foi contratada a um dólar altíssimo. Os produtores compraram insumos com o dólar perto de quatro reais, então, precisaremos de uma safra excepcional para diluir este custo”, apontou o coordenador da Expedição Safra, Giovani Ferreira.

Neste ano, o projeto ganhou o apoio estratégico do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), o que deverá agregar capilaridade à expedição e inteligência setorial, por meio do apoio de centenas de profissionais da engenharia nos estados visitados.

Fonte: Gazeta do Povo Foto: Divulgação

Comente pelo Facebook

Proluv
Top